“Uma foto por dia no pior ano da minha vida” revela a violência doméstica

Posted on Março 27, 2013

0



foto6.jpg.pagespeed.ce.xbitavcLnu

Mensagem no final do vídeo é pedido de ajuda: “ME AJUDE. EU NÃO SEI SE O AMANHÃ VIRÁ”

Fabiola Ribeiro

Março é o mês da mulher e a consciência sobre os direitos e deveres que nós mulheres temos dentro da sociedade é muito importante. O dia 8 de março celebra muitas de nossas conquistas, mas ainda existem muitas batalhas a serem vencidas. É que  mostra esse vídeo anonimo “Uma foto por dia no pior ano da minha vida”, disponibilizado há alguns dias no youtube.

“O parceiro (marido ou namorado) é o responsável por mais 80% dos casos reportados. “

– Pesquisa Mulheres Brasileiras nos Espaços Público e Privado, realizada em 2010 pela Fundação Perseu Abramo em parceria com o SESC

Independente de ser real ou fake, o video alerta, de maneira forte e surpreendente,  para um perigo real: a violência domestica acontece todos os dias em todo o mundo e talvez, amanhã, também possa acontecer com você ou alguém próximo. A consciência de que isso acontece e que é um crime, nos permite ajudar pessoas envolvidas nessa situação para que tanto homens quanto mulheres saibam como lidar com isso. Elas pedindo ajuda e eles reconhecendo o erro e seu comportamento agressivo.

“Machismo (46%) e alcoolismo (31%) são apontados como principais fatores que contribuem para a violência.”

– Pesquisa Percepções sobre a Violência Doméstica contra a Mulher no Brasil, realizada pelo Instituto Avon / Ipsos entre 31 de janeiro a 10 de fevereiro de 2011.

O agressor sempre parece inofensivo e a  intensidade e frequência das agressões, como mostra o video, aumenta com o passar do tempo.  Segundo Pesquisa DataSenado realizada em 2011, o medo continua sendo a razão principal (68%) para evitar a denúncia dos agressores. Em 66% dos casos, os responsáveis pelas agressões foram os maridos ou companheiros. No Brasil, é possível denunciar as agressões pelo número 180 da Central de Atendimento  à Mulher  e contar com o auxílio de instituições como a Casa Viviane dos Santos e a Casa Anastácia.
.

Você tem o direito de ser amada. A violência doméstica não vem de brinde!

Anúncios
Posted in: Notícias