Um Zumbiido que veio para ficar!

Posted on Junho 14, 2012

0



Em sua primeira edição noturna evento mostra fôlego para se tornar uma grande festa

Por Fabíola Ribeiro

Com a apresentação afinada dos mestres de cerimônia Mamuti e Tiago RedNiggaz, a  Zumbiido realizou sua primeira edição no formato ‘balada’  mostrando que tem tudo para dar certo. Idealizado pelos Mc’s Eliot e Loko da Sul, o evento surpreendeu pela qualidade de produção e organização apresentada na noite do último sábado, 09/06, no bairro da Bela Vista.

 

A festa aconteceu no Teatro Mars, que é conhecido pelas festas de Samba Rock, que ganhou decoração especial. Diversas caixas empilhadas sobre o palco criavam um interessante efeito visual que lembrava esculturas. Comida e bebida para os artistas, crachás e pulseiras de identificação, banheiros limpos e bom atendimento no bar são outros pontos a destacar.

Mesmo com o frio que fazia em São Paulo, os DJ Simmone e Murphy colocaram todo mundo para dançar e 1h de Tequila à vontade ajudou a esquentar as mulheres presentes. 

 

O Maracatu do Quintal Cultural, trouxe as raízes africanas e um toque de brasilidade a abertura doDuelo Homens e Meninos, vencido pelo MC 100%. A disputa no tradicional formato das batalhas freestyle ,  teve participação dos MC’s Nino, Augusto e Fera. 100% ainda enfrentou Mamuti que defendia o troféu conquistado na primeira edição do Duelo em 2011. 100% venceu, levou o prêmio e  R$100 para casa.

 

Origame deu inicio aos shows da noite apresentando canções que farão parte de seu novo trabalho a ser lançando em breve. Entre elas, Deus Abençoe que tem participação de Marcello Gugu e Drika. Em seguida foi a vez de Flow MC por a plateia de cerca de 300 pessoas para Pisa Fofin.  Rael da Rima encerrou a festa com sua bela voz. Ao lado de DJ Will, Rael dividiu o palco com o parceiro de Pentágono, M.Sárío e arrebatou os presentes ao cantar sua parte em Não é Só Ver, de Emicida.

 

Muito mais que uma festa de rap, a Zumbiido tem como proposta promover ações culturais na cidade de São Paulo com o intuito de gerar o que seus idealizadores chamam de guerrilha cultural. Assim como nas outras edições o projeto tem sido bem executado e sucedido. Outras iniciativas devem sair do papel ainda esse ano visando consolidar “a cultura das ruas, como genuíno agente de transformação pessoal”.

Confira a galeria de fotos do evento tiradas por Kessia Lane:

Anúncios