Especial PROAC HIP-HOP:previsão de abertura para esta semana! Por Ana Fonseca*

Posted on Maio 24, 2011

0



Nesta terça-feira, dia 24 de maio, está prevista a abertura do edital do PROAC (Programa de Ação Cultural) do Governo do Estado de São Paulo, específico para ações culturais do segmento Hip-Hop.

Baseando- se no edital de 2010, nós do Massala daremos um apanhado geral e passaremos aqui um bom resumo para quem quiser se inscrever este ano.

A dica é: apresente um projeto consistente, de uma ideia que possa representar um bem para o segmento em geral, que agregue a maior quantidade de valores possíveis. Atente muito à justificativa, objetivos, cronograma e orçamento, que devem ser minuciosamente detalhados, pois é a “base” do seu projeto. Atenção também na grafia: revise sempre e tome cuidado para não cometer erros crassos de concordância e ortografia, além de uma boa redação – não esqueça de que os jurados não conhecem a sua proposta, é através do projeto que podem visualizar a sua ação sendo realizada.

Acredito que não mudará muita coisa do edital de 2010 para o deste ano, talvez aumentem o valor da premiação e o número de projetos a serem aprovados.

 – No ano de 2010, foram aprovados quinze projetos, com apoio de R$25.000,00 (vinte cinco mil reais) cada um.

 – Os projetos podem abranger uma ou mais das seguintes áreas:  1. Grafite / 2. Dança (Popping, Locking, Breaking) / 3. MC / 4. DJ

 – Serão aprovados pelo menos 2 projetos de fora da cidade de São Paulo

 – Segundo as definições do edital de 2010, as expressões artísticas contempladas se definem como (atentem para a definição pois o seu projeto deve corresponder à este conceito) :

a)    Hip hop é um movimento cultural que, por meio de manifestações artísticas, exprime a opinião das periferias, colocando em questão assuntos relativos ao preconceito racial, à miséria, à exclusão social etc.;

b)    As principais manifestações artísticas do hip hop são a Dança (Breaking, Popping e Locking ), a Música (Rap) e as Artes Visuais (Grafite); os projetos envolvendo essas manifestações podem ser individuais ou coletivos;

c)   Grafite é uma inscrição caligrafada ou um desenho pintado ou gravado sobre um suporte que não é normalmente previsto para esta finalidade, como muros, viadutos etc., possibilitando a intervenção artística em espaços urbanos;

d)    Breaking, popping e locking são estilos de dança do hip hop;

e)   Rap (ritmo e poesia) é um gênero musical produzido por M.Cs e D.Js.;

f)    M.C. é o mestre de cerimônias do hip hop, é o músico que compõe e canta o rap;

g)    D.J (disco-jóquei) é o instrumentista e produtor musical do rap;

h)    Proponente é a pessoa física que venha a inscrever projeto(s) neste Concurso, conforme as condições descritas no item IV – DAS CONDIÇÕES DE HABILITAÇÃO

Os projetos devem oferecer contrapartidas, que são exibições, mostras e outros serviços que podem ser oferecidos para a comunidade ou público em geral. Normalmente são 5 exibições ou apresentações gratuitas ou a preços populares, de até 5 reais.

 – Só podem participar pessoas físicas que morem no Estado de São Paulo há mais de 2 anos. Um proponente pode inscrever até dois projetos, mas somente um será aprovado do mesmo.

 – Os projetos devem ser entregues pelo Correio ou pessoalmente na Secretaria de Estado da Cultura, que fica na Rua Mauá, próximo ao metrô Luz. São dois envelopes: um que contém a documentação do proponente, (xerox de RG, CPF, comprovante de residência, declarações que vem com o edital assinadas), e outro com o projeto em si impresso, em cinco vias, todas em uma pasta de formato arquivo (aquela de escola com dois furos e um grampo).

 – Os itens que devem constar no projeto são: Currículo do proponente / Se representar uma associação ou coletivo, currículo do grupo / Objetivos / Justificativa / Descrição do projeto / Público Alvo / Ficha técnica do Projeto / Currículo dos demais integrantes / Carta de indicação do grupo, coletivo ou associação que o represente com mais a assinatura de 3 integrantes / Proposta detalhada da contrapartida / Cronograma / Orçamento

 – Poderão ainda ter informações adicionais em CD ou DVD, todos em 5 vias também e anexados ao projeto

 – Os critérios básicos para aprovação dos projetos são: excelência e criatividade/ qualificação do proponente e artistas / interesse público em relação à contrapartida / orçamento adequado / viabilidade de execução

 – A Comissão seleciona, além dos 15 projetos aprovados, mais 15 que ficam como suplentes: quando o projeto aprovado, por inúmeras razões não pode ser realizado é convocado o projeto suplente, numa ordem do 1º ao 15º para assumir o lugar do projeto não realizado.

 – Os proponentes dos projetos aprovados serão comunicados e devem levar os documentos listados pela comunicação da Secretaria de Cultura

 – As parcelas a pagar são de 70% do total na assinatura do contrato com a Secretaria, e 30% após a conclusão do projeto. Para a conclusão e pagamento da segunda parcela, é necessário apresentar o Relatório de Conclusão, onde é necessário constar Registros Fotográficos ou Videos, materiais de imprensa, notas em publicações de todo o processo, relatório das atividades por escrito, Declarações dos responsáveis pelos espaços onde as atividades foram realizadas, boderôs, cartazes, flyers, folders e etc.

– O projeto tem um prazo de execução de até 08 meses após o recebimento da primeira parcela

Lembrando que o Massala presta o serviço de elaboração de projetos culturais, converse sobre com a gente!!

Segue o link da Secretaria de Estado da Cultura, para acessar o edital 2011

http://www.cultura.sp.gov.br/portal/site/SEC/menuitem.cbdef30cc636b21797378d27ca60c1a0/?vgnextoid=4923b23eb2a6b110VgnVCM100000ac061c0aRCRD

Bem, e para quem vai se inscrever, desejo uma boa sorte!

*Ana Fonseca é bailarina e produtora cultural (DRT 30225 / SP)

Anúncios
Posted in: Imprensa, Projetos